quinta-feira, 4 de março de 2010

EM OBRAS!


Puxa vida! Hj fui obrigado a fazer algo incomum: Carregar areia, encher carrinho, carregar cimento, trabalhar com a pá. Resultado: Dores musculares terríveis e um bronzeado não planejado. Tudo para ajudar o rapaz em uma obra que estamos fazendo em casa.
Ai eu lembrei o valor que dou para as pessoas que fazem esse trabalho diáriamente, esse trabalho braçal, tão pouco visto, porém tão essencial: Pedreiros, Pintores, Garis, entre outros que colocam seu corpo no limite do suportável.
Eu em trabalhos que exijam esforço físico sou zero, não pela vontade e sim pelo meu limite para isso.
Assim como meu limite para artes manuais (Sabem que fiquei em recuperação em Educação Artística uma vez?).
Obras em casa!
Reformas na minha mente, diáriamente!
Projetos teatrais chegando!
Meu post hoje:
HOMENAGEM AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS BRAÇAIS DO BRASIL!!!

Um comentário: