segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Independência ou morte!!!


Eu amo a minha independência financeira, artística, pessoal,espiritual!!!
Desde os 15 anos de idade fui trabalhar quando vi que minha esforçada mãe não tinha condições de sustentar sozinha uma casa, os estudos,e os caprichos de um filho adolescente.
Meus discos, meus livros, meus filmes, minhas revistas, minha cultura devo a minha perseverança e meu trabalho.
E sempre foi assim: Qdo cansei de esperar pela boa vontade de um parente, comprei em 12 vezes uma filmadora nos anos 90, qdo cansei de esperar por uma oportunidade de mostrar meus textos e montá-los, formei minha própria cia de teatro, qdo cansei de esperar por cenógrafos,artistas para artes gráficas,fotógrafos,músicos, atores...Sempre dei o meu jeito, sempre resolvi, nunca deixei nada morrer, ou parar.
Claro que tem coisas que não nasci para fazer, por mais que me esforce, mas não nasci pra ficar esperando ninguém.
Meu próximo passo agora é ter meu próprio local para ensaios/reuniões das cias de teatro que coordeno, no centro da cidade, o melhor ponto que existe.
Nesta história, ainda recusei alguns convites de Diretores e Cias de Teatro bem conceituadas da Cidade, lamentei,pois estava mergulhado em meus projetos.
A independência é ótima, mas muitas vezes cobra o seu preço. E eu pago, com prazer!

Nenhum comentário:

Postar um comentário