quinta-feira, 30 de setembro de 2010

O tio Paul Maca vem ai!!!!


Fiquei ultra! super! hiper feliz com a notícia cultural mais importante dos últimos tempos: Sim! O Beatle Paul Mcartney vem a Porto Alegre!!!
Simplesmente um dos protagonistas da história da música e do rock mundial, um espírito que com certeza veio a este planeta em uma missão muito, muito importante e bela.
Sua música é universal, faz e fará parte do mundo para todo o sempre! Assim como os músicos clássicos eternos, James Paul o é e assim o será!
Um homem que poderia ter parado aos 30 anos, com fama, sucesso e talento, hoje sexagenário ainda por aí! Com força, vontade para tocar pelo mundo e compôr com competência.
Vai ser o evento da década! Simplesmente uma das quatro cabeças cabeludas mais importantes do rock e da música mundial.
Que vontade de estar na primeira fila! Mas...ingressos de R$ 200 a 500 pila? (nesta data que posto esse comentário, os valores ainda não foram divulgados, mas ficarão nesse patamar)Me fazem sair do sonho e orar para que um dos meus músicos favoritos arrase nessa aldeia e tbm!
Vale a pena gastar tanto pila pra ver o homem? Creio que vale sim! Até porque a estrutura que ele traz pro show também é fantástica!
Vou ficar com meus DVDS, com meus CDS e com um pouquinho (bastante?) de inveja de quem pode dispensar essa quantia de seus proventos para estar lá ao vivo!
Bem vindo Paul!
E que venham mais artistas desse porte para o nosso CTG!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Rapaziada da lancheria do parque!


Não sei o nome de nenhum deles, mas percebi que quase sempre são os mesmos! Trabalham em alto astral e em alguns momentos com uma naturalidade de impressionar. O chapista vai ouvindo os gritos: X-SALADAAA! CACHORRO QUENTEEE!TORRADAAA! Não esboça nenhuma reação, guarda tudo na memória RAM e começa a colocar os ingredientes! O rapaz do suco e da vitamina (batida, no gauchês) também, ouve? BANANAAAA! SUCO DE LARANJAAAA! MANGA COM LARANJAAA! E não se vê NENHUM papelzinho de pedido! Tudo no grito!! Eles se entendem!
Sempre sai um bom, rápido e barato lanche!
Janta e almoço, guloseimas, frituras e uma boa ceva, ou um saudável sanduba e suco natural!
Tem para todas as tribos!
O único lugar de Porto Alegre que vc comprava ingressos pro Porto Verão Alegre que vinha com catchup grátis! (kkk!)
Nas paredes, um classificado cultural e teatreiro pra tudo que é lado!
Não há como dar uma chegadinha no "Bonfa", sem uma passadinha na "Lanchéra"!
Parabéns a equipe da Lancheria do Parque, nosso mata-fome do Bomfim!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

MERCENÁRIOS MESMO!!!


Nunca um filme teve um nome tão compatível com seu conteúdo e sua intenção:
Falo de OS MERCENÁRIOS, novo filme de Sylvester Stallone.
Depois de ressucitar seus mais famosos personagens da década de 80, Rocky Balboa e Rambo, ele tentou reviver o cinema brucutú descerebrado daquela época também.
Surpreendentemente os filmes finais (?) de Rocky e Rambo não eram ruins, Rocky Balboa ficou bom e Rambo IV interessante e fecharam bem os ciclos dos heróis.
Mas ele não foi tão feliz assim em reviver o cinema brucutú que ele fazia tão bem (?) nos anos 80, junto de outros brucutús com muitos músculos, armas e poucas palavras.
Quando VAN DAMME e STEVEN SEAGAL não aceitam fazer um filme isso é suspeito né? Os dois recusaram o convite de Sly!
OS MERCENÁRIOS não chega nem aos pés daqueles filmes menos inspirados que vinham direto para as locadores, um roteiro ruim, um bando de atores de ação jogados por ali e nem nos antagonistas ele acertou, ruins, fracos de doer. Pelo menos antigamente os vilões eram fortes e quase impossíveis de derrotar.
Os Mercenários, são incumbidos de derrotar um ditador de um País Sul Americano, tema batido, mas nem mesmo assim, bem explorado. Nossa atriz Brasileira (?) Gisele Ittie faz o que pode, ou seja, a mocinha rebelde e os tios fazem o que sabem: Tiros, socos, explosões, e raras palavras.
Salvam-se do desastre a pequena cena que se encontram os amigos: Stallone, Schwarzenegger e Bruce Willis, onde um sacaneia o outro e parecem se divertir e algumas cenas de luta muito bem coreografadas, onde o tio Stallone sessentão ainda mostra alguma intimidade.
Fora isso, é correr para a prateleira para assistir: Duro de Matar, Comando para Matar, Stallone o Cobra, que são bem, bem melhores.
Mercenários mesmo! Se juntaram pelo dinheiro e foram bem sucedidos! Tanto que a continuação já vem ai! E acabei de ler na internet que Stallone está convocando MIKE TYSON para o próximo!
NOCAUTE CERTO!
Ah...O título do filme em inglês em sua tradução literal significa mais ou menos: DESCARTÁVEIS...apropriado...

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

PEÇAS ESPÍRITAS: NOVAS DATAS, NOVO LOCAL!


Comunico aos amigos, que estamos mudando a programação anteriormente anunciada para as peças espíritas.

A programação:

APRESENTAÇÕES SOMENTE AOS SÁBADOS:

UMA VOVÓ NO ALÉM - Dias 25 SETEMBRO - 02,09 e 16 de OUTUBRO ÁS 18 HORAS
CAMINHOS Q CRUZEI, AMIGOS QUE ENCONTREI- Dias 25 set-02,09 e 16 OUTUBRO ÁS 21 HORAS

LOCAL:
TEATRO NILTON FILHO, RUA GRÃO PARÁ, 179 - BAIRRO MENINO DEUS- F: 32330449
O material gráfico distribuído anteriormente, será substituído.

Peço desculpas pelo transtorno,

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

DEZ ANOS EM CARTAZ!!!



Amanhã (ou hoje, dependendo do dia de quem lê), inicia-se a temporada comemorativa de DEZ ANOS da minha peça espírita CAMINHOS QUE CRUZEI, AMIGOS QUE ENCONTREI.
Raros são os espetáculos que chegam há uma década em cartaz ininterruptamente, aqui na Capital Gaucha conta-se nos dedos das mãos e em termos de teatro espírita, não existe peça com maior tempo em cartaz no SUL DO BRASIL.
Nos ensaios a gente tinha a impressão de que o tempo não havia passado, tantos amigos fizeram parte desse projeto, tantas viajens, tantas temporadas, tantas histórias.
Nosso objetivo ao entrar em cartaz era proporcionar ao público o contato com a arte transcendental preenchendo uma lacuna na programação de teatro de Porto Alegre e conseguimos!
Após Caminhos ainda seguimos a contar histórias nessa área: ENTREVISTA COM ESPÍRITOS (2003), A MENINA QUE NÃO SABIA REZAR (2000) e a caçula UMA VOVÓ NO ALÉM (2010).
Para a nossa alegria, vamos conseguir levar ao palco também 90% dos artistas que fizeram parte dessa história, como convidados especiais, a cada apresentação 2 deles farão uma pequena cena carinhosamente destinada a eles. Uma ótima oportunidade para reencontrá-los, homenageá-los e receber o nosso querido público.
Novidades? Sim! Allex Manzônia assume o protagonista no lugar de Volnei Cardoso que agora vai atuar no núcleo do "mal" da peça. Algumas marcações diferentes, texto revisado,e assim vamos nós!
DEZ ANOS! DEZ ANOS! DEZ ANOS!

Ps.As artes que ilustram esse post, são de 2008 qdo a peça fazia oito aninhos!
para a temporada agora, nova arte será feita em breve!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

A DECADÊNCIA DE SHREK!


Mesmo na correria das estréias teatrais de sábado agora, encontro um tempo para dar atenção aos meus Pretinhos.
Assisti com eles o SHREK 4 e fiquei mais decepcionado. O Shrek 3 já havia sido terrível e tinha acabado com a minha alegria de ter assistido ao primeiro e segundo.
Diferentemente da Pixar e suas boas 3 edições de TOY STORY e do estúdio responsável pelos 3 filmes da ERA DO GELO, O estúdio DREAMWORKS perdeu a mão! Um personagem anti herói interessante e coadjuvantes mais ainda, o estilo criado no primeiro que foi referência para muitos, o auge do segundo filme, tudo se perdeu, foi para o ralo. Menos a grana, essa eles devem estar feliz.
Vendo a decadência de Shrek, lembro daquelas bandas que fazem um bom disco de estréia, um ótimo segundo disco, e que depois se perde...até cair no esquecimento.
Shrek 4 só não é pior que o 3, mas é uma pena ele chegar ao Capítulo final nesse estado (Alguém lembrou do Elvis gordo? kkk!)

Em tempo: O epistódio SHREK de NATAL, feito para a TV é melhor que os dois últimos filmes em sua totalidade!

Bye Ogro, que te deixem descansar em paz no seu pântano!

PS. Vem aí o filme solo do GATO DE BOTAS, quem sabe a redenção?

terça-feira, 7 de setembro de 2010

DIA DE PASSE LIVRE!!! É BOM PARA QUEM?


Hoje é feriado, sete de setembro, desfile militar e etc...
Dia de ônibus com passe livre, ou seja, O INFERNO NA TERRA!!!
INFERNO...Para quem trabalha!
INFERNO...Para quem quer passear!
INFERNO! INFERNO!INFERNO!
Menos ônibus, menos segurança, mais estresse, um dia que para quem não tem carro, nem moto, nem carroça o bom é ficar SOSSEGADINHO EM CASA, pois não se sabe se volta, não se sabe que hora se chega! Lotação? Nem pensar...Lotadas!!!
Dia de passe livre é bom para quem???
PASSE LIVRE TEM QUE ACABAR!!!
Ah Pretinho...E os pobres que não tem dinheiro para sair, podem cruzar a cidade toda e passear, concordo...Mas não haveria uma outra forma menos estressante e menos perigosa?
Isso é um prêmio? Ou um castigo??
Os ônibus nesses dias são engradados de corpos alcoolizados, são transmissores de virús de violência de um lado pro outro, as paradas de ônibus depósitos de gente estressada e crianças chorando..
Mentes pensantes do poder, analisem esse caos: Arrastões, brigas, depredações, ônibus quebrados, superlotados que não param..DIA DE PASSE LIVRE! BOM PARA QUEM??
DIA DE PASSE LIVRE...
INFERNO! INFERNO! INFERNO!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

NOSSO LAR - FILME ESPÍRITA


Depois de um equivocado filme sobre Bezerra de Menezes (Um filme correto, mas parecendo um documentário extendido, uma palestra, que na lentidão da narrativa e na interpretação de Carlos Vereza causa sono.) Somos brindados com dois bons filmes Espíritas nesse ano, o primeiro CHICO XAVIER e agora o NOSSO LAR.
O filme é visualmente belo, zen,a dramaturgia é mais leve do que o livro que o inspirou (Psicografado por Chico Xavier, ditado pelo espírito protagonista, André Luis).
Sem muito conflito, sem antagonista (O único conflito é o interno do personagem central que nem é muito aprofundado), o filme corre gostoso, recheado de frases positivas, momentos de humor e um visual deslumbrante (Apesar que muitos deles parecem fakes, belos, mas na minha visão, artificiais demais).
Quando não necessita da arte gráfica para nos mostrar a colônia Nosso lar e as câmeras registram o trabalho da direção de arte, nos convence com a competência dos profissionais envolvidos. Renato Prieto (não é meu parente) está muito bem no personagem central e todos os coadjuvantes parecem caminhar na mesma sintonia.
Tudo ali foi muito bem feito e inspirado: Figurinos, maquiagem, fotografia, trilha sonora, direção de arte, e a arte gráfica que apesar de bela, como disse, muitas vezes para mim soou fake, parecia desenho animado ou outra imagem que não fazia parte do filme.
Um filme que colabora para a divulgação do espiritismo e do livro que já está na sua 60º edição. Assim como em quase toda a obra baseada em livro, o roteiro passa reto por alguns detalhes e não se aprofunda muito, toma liberdades poéticas, mas nos apresenta um bom filme em seu resultado final.
Independente da temática, fico feliz pelo cinema brasileiro, pelos artistas e técnicos envolvidos, ainda mais quando ultimamente as produções se voltam a violência, e esse filme é evangelizador, um alerta sobre como andam os nossos pensamentos e atitudes.
No final da sessão, todos no cinema comentavam que queriam ir para NOSSO LAR, sem sofrer muito na transição e sem passar pelo UMBRAL. E para beber não vai nada?

Ps. Feliz em ver o amigo Clemente Viscaíno em destaque e o amigão Alex Palermo (Ator que fez parte da minha peça espírita Caminhos q Cruzei) em cena.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

TROFÉU NILTON FILHO - UM PRÊMIO EMOCIONANTE!!


Recebi com muita emoção, juntamente com outros homenageados, das mãos do consagrado Diretor Nilton Filho um prêmio confeccionado exclusivamente por eles.
Era a semana comemorativa dos VINTE ANOS DO TEATRO NILTON FILHO, e quem ganhou presente fomos nós!
Uma semana de seminário com debates, palestras e aulas práticas de: Dramaturgia, Crítica, Teatro Grego, Iluminação, Dança, Bioconexões, entre outros.
No sábado, na festa que encerrou as comemorações, fui brindado com esse valioso prêmio pelo meu trabalho e pelos 10 anos da peça CAMINHOS Q CRUZEI, AMIGOS Q ENCONTREI.A base do troféu entregue é feita dos tijolos (com mais de quarenta anos) do próprio teatro, quando ele passou por reformas, eles foram guardados e após um trabalho manual e carinhoso, transformado nesse presente que emocionou a todos.
Nilton na sua simplicidade dizia que não era um prêmio, era um carinho, ou uma tijolada naqueles que fizeram parte da história do seu reconhecido espaço cultural.
Na hora de falar, engasguei e ainda hj suspiro quando o vejo em minha estante.
Certamente ele vai rir quando ler o título do post, mas é isso mesmo querido!
Obrigado Nilton Filho e equipe!