domingo, 24 de outubro de 2010

A LIÇÃO!


Na primeira vez que fui jurado de um evento cultural, uma jurada veterana me disse: - Não dá nota 10 de cara para os primeiros, porque sempre pode aparecer alguém com desempenho melhor até o final". Sorri, entendi, mas não obedeci.
O que vi ontem no teatro de arena, o espetáculo A LIÇÃO da Cia de Teatro ao Quadrado, foi muito mais que eu esperava, pois em se tratando de Margarida, Marcelo e os atores envolvidos nos projetos deles a gente já sabe de antemão de algumas coisas que nos esperam: Boa direção, produção, técnica,energia em cena, boas atuações e etc...
Mas A LIÇÃO me deu algo mais e a todos os que estavam nesse sábado no Arena.
Me faltam palavras para descrevê-lo e também o espaço físico do blog me limita, mas elas virão em seguida por intermédio dos críticos de teatro, jornalistas e colegas artistas, mas as minhas resumo para promovê-lo: Assistam!
ABRINDO PARÊNTESES: Com referências a Hitchcock e especialmente o filme psicose, outro filme me veio a mente ontem : Um estranho no Ninho, pois entrou um senhor de botas amarelas, bombacha verde oliva e camisa azul no teatro, sozinho, perguntou o valor do ingresso para bilheteira, comprou e entrou. Sozinho aguardando o início, olhava para a sala de espera do Arena, seus olhos pareciam bolinhas de ping pong, pra lá e pra cá, tentava puxar assunto com pessoas que estavam em seus "grupinhos" mas elas não lhe davam muita atenção. Fiquei tão curioso com ele que se não fosse ainda meu jeito bicho do mato de ser, eu procuraria saber por que ele estava ali, o que o motivou, e principalmente no final, o que achou do espetáculo. Parente de alguém do grupo? Do Arena? Professor? Ou apenas um bem vindoestranho no ninho?
FECHANDO PARÊNTESES:Os momentos finais do espetáculo onde se dispende uma energia e ações físicas muito intensas me faz ficar preocupado com a integridade física e mentais dos atores envolvidos, mas logo fico tranquilo por que tenho certeza que eles estão muito bem preparados para isso.
Esse final intenso vai chocar muita gente? (Não os teatreiros) Sim! Mas que bom!!!
Dou minha nota dez para Marcelo e Luisa sem pestanejar, sem me preocupar com o que verei na sequência e digo aos dois: Separem um bom espaço nas estantes pois virão prêmios por ai..Podem ter certeza! Açorianos para começar estariam em boas mãos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário