sábado, 15 de janeiro de 2011

Porto Verão Alegre diário de bordo 3


Sexta-Feira 14 de janeiro - Estréia da peça Woody e as mulheres neuróticas, um desafio, depois de 4 anos com o mesmo elenco e estrutura, a tranquilidade de outrora transformou-se em um stress, dois atores novos em cena e algumas mudanças necessárias e ou pensadas (e com pouco tempo para serem ensaiadas).
Chegamos as 15 hs no teatro e parecia que teríamos um bom e longo tempo até as 21hs para os últimos ajustes e detalhes, mas, como sabemos, montagem de luz, ajustes no datashow para que a interatividade com o ator em cena fosse perfeita, sonoplastia, ensaio,fizeram com que esse tempo parecesse intervalo de recreio de escola.
Tensão, suor,improviso,stress,trabalho, mas tudo sempre regado de bom astral e humor.
Catarino, o técnico da Carlos Carvalho sempre prestativo e atento a nossa estrutura e com paciência para coisas que mudávamos de idéia ou tínhamos novas no momento.
Todo o circo, para a nossa felicidade, já estava bem armado 40 min. antes do horário do início, tendo já passado a peça com tudo no ar.
Depois, foram somente conversas individuais com cada um, troca de idéias, até o primeiro sinal.
Meio Teatro cheio, (ou meio vazio, como preferem os pessimistas, mas problema deles!)
a peça rolou legal e o mais importante: O público saiu satisfeito.
Fiquei feliz tbm que uma família que assistiu a peça UMA VOVÓ NO ALÉM, veio nos assistir, uma característica do público que acompanha nosso trabalho.
Aproveitando o espaço vou citar o nome de todos que trabalharam muito para que a estreia de Woody no Porto Verão fosse tão especial como foi: Sara, Catarino,Leandro Gass, Alexandre, Elis, Allex, Naty, Dani e especialmente meus colegas atores: Os novatos Edye e Lesi e a minha Diane Keaton: Melissa MOnteiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário