domingo, 5 de junho de 2011

ORQUESTRA POPULAR DA UFRGS


Quinta-Feira fui prestigiar no Teatro Bruno Kiefer a ótima apresentação e iniciativa da ORQUESTRA POPULAR DA UFRGS, um concerto beneficiente em prol da Clínica Esperança: Crianças Aidéticas Abandonadas.
Depois de um ter um breve aborrecimento, juntamente com umas cem pessoas pelo local estar fechado (Entrada do Teatro) até as 20.15 , estando ali muitos idosos de pé, fomos brindados após nos acomodar com: MPB, Jazz e temas de filmes, muito bem executados!Abriram com o rei do pop Michael Jackson com a dobradinha Thriller/Don't Stop 'til You Get Enough.
A Simpatia e o bom humor do Maestro Marcelo Nadruz, a competência dos músicos, nos proporcionaram uma hora de boa música, de cultura, e ver o teatro lotado me deixou feliz, sinal que os jovens, os adultos, os idosos estão ligados nessa importante iniciativa da Orquestra e da Casa de Cultura Mário Quintana.
Vou ficar atento as próximas apresentações, divulgar e levar o maior número de pessoas junto.

FICHA TÉCNICA
direção artística de Alex Prinz, coordenação operacional de Antonio Vicente Furlan e coordenação do Projeto de Extensão, Amauri Lablonovski.

O Grupo conta com 23 músicos. Marcelo Nadruz (maestro), Rafael Lima e Alexandre da Rosa Silva (sax alto), Claudio Sander e Guinter Kramm Jr (sax tenor), Gustavo Arthur Müller (sax barítono), Neivaldo Lucas, Sérgio Luis de Oliveira Dias, Jaderson da Silva Crescêncio e Carlos Maximiliano Villalba (trombones), Paulo César França (trombone baixo), Huberto Martins Rosa (bombardino), Jaime Freiberger, Renato Dall Ago, Alex Jardim Prinz, Antonio Vicente Furlan e Jorge da Rosa Silva (trompete), César Audi (bateria), Claudio Cunha Calcanhotto e Antônio Marcos Barbosa (percussão), Jeferson Marx (guitarra), Everson Vargas (baixo) e New (piano).

Criada em 2011, a Orquestra Popular da UFRGS, projeto de Extensão do curso de Música do Instituto de Artes, tem como objetivo criar um ambiente para execução instrumental de música popular dentro da universidade, possibilitando aos alunos também uma prática de
música de câmara com enfoque popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário