sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Hola Manda-Chuva!


A frase do título do post é uma brincadeira com o nome do blog do colega Diretor Teatral Gilberto Fonseca: Adios Mandachuva. ( http://adiosmandachuva.blogspot.com/).
Pois nessa sexta-feira fui surpreendido com o pedido do meu filho caçula Luigi: Queria assistir Manda-Chuva o filme!Tinha uma vaga lembrança de que um filme com o "Top Cat" iria entrar em cartaz e conferi no jornal. Bom, pedido aceito, fui juntamente com o filhote do meio Andrey e nos encontramos com a primogênita Juliana no cinema.
Assisti muito Manda-Chuva na infância, nunca fui seu fã, mas também nunca fugi do desenho do gato malandro e sua turma, assistia na boa.
Antes do filme começar, minha filha, incluída de última hora na sessão de cinema, falou que assistia direto no SBT durante sua infância (Eu nem lembrava disso).
Uma sessão exclusiva para os Prettos, só nos quatro no cinema! O resultado do filme é interessante, atualizaram a rotina dos felinos que era inspirado na década de 60 ainda, (Ex. Guarda Belo ouve o telefone tocar e aparece aquele famoso "orelhão" do beco, mas não, era o seu celular). Gags, piadas visuais, tiradas típicas dos desenhos de hoje tentam reviver o personagem de Hanna Barbera.
Como disse anteriormente, por não ser fã do personagem, não fiquei aborrecido com uma nova abordagem digamos mais "politicamente correta", nem relevei as alterações (poucas na minha visão). Mesmo assim, não se vê hoje em dia, personagens de filmes infantis querendo roubar, como no caso deles atrás dos Rubis de um marajá.
O interessante logo de cara, as placas todas em espanhol ou invés do inglês, então busquei informações e é uma produção México-Argentina . No México o personagem sempre foi muito mais popular do que na sua "terra".
Acho que é um filme com pouco futuro nos cinemas, pois o visual não é o que a gurizada gosta e está acostumada atualmente, as crianças de ontem talvez se aborreçam.
Para mim, foram minutos legais (Ok! Poderia ser mais curto o filme!) com os meus herdeiros, pipocas,refris e chocolates!
Agora voltando ao meu colega Gilberto Fonseca ...Será que ele terá coragem de assistir?
Ele diria Adios Mandachuva pra sempre? Ou assim como eu, simpatizaria um pouco com a versão 2011 do Top Cat?

Ps. Procurei informações para saber se o grande Lima Duarte que fazia a voz do Gato protagonista na série, aparecia ao menos em uma participaçãozinha vocal no filme. Acho que não!

Um comentário: