sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Gigantes de Aço!


Não tive como não pensar em Sylvester Stallone assistindo a esse filme. Ele que a partir do final dos anos 70 nos trouxe (para o bem ou para o mal) personagens que tornaram-se ícones da cultura pop e independente deles, seu nome no cartaz era já o chamativo para longas filas.
Hugh Jackman hoje é um artista desse porte (Com mais capacidade dramática é claro) e que há uma década já vive o mutante Wolverine, mas que também chama a atenção quando seu nome está envolvido em alguma produção seja cult ou de teatro.
Gigantes de aço é um filme legal, apesar que o roteiro já de cara te indique o que vem por ai, mas mesmo sabendo o desfecho final (óbvio para alguns, mais óbvio ainda para quem assistiu Rocky) se consegue passar alguns minutos curtindo a história do personagem central (Jackman) o filho reencontrado e os "robôzinhos" lutadores de box.
Completando o que escrevi no início, Stallone estava lá em Rocky (De cara a gente lembra) e um filme menos pop dele, mas também muito assistido "Falcão o Campeão dos Campeões" onde ele viaja com o filho em meio a disputas de "queda de braço", após a morte da mãe do menino, disputa de guarda com sua família e (re)descobre o elo entre pai e filho.
Mesmo com esse ar de "já vi isso"o filme tem suas características próprias que o conduzem em suas próprias pernas de aço para um bom resultado.
Uma forçadinha de barra nos olhos cheios d'agua do menino na cena final, e uma coisinha ali, outra aqui, não tira a boa impressão do filme.
Filme família para diversão, sem traumas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário