sexta-feira, 27 de abril de 2012

OS VINGADORES!!! BOM DEMAIS!!


Acabo de chegar do cinema! Ouso dizer!!! Um dos melhores filmes pop/de ação de todos os tempos!!!
Você pode dizer que eu sou suspeito, pois fui um nerd que devorava gibis na infância, mas não são os devoradores de gibis os mais críticos em relação as adaptações de seus heróis no cinema?
Os estúdios Marvel realizaram bons e regulares filmes: Homem de Ferro 1 e 2, Thor, Hulk 2 e Capitão América e já apontava também o destino dos heróis retratados: Reuni-los em um blockbuster chamado Vingadores.
Os universos já criados com sucesso nos filmes-solo de cada um, foram respeitados, ajudando na compreensão dos personagens e na convocação deles para o "supertime", ao mesmo tempo que não complica a vida de quem vai assistir somente esse. (Mas aposto que ficarão curiosos de ver os filmes-solo).
Todos os envolvidos na produção foram muito felizes, (O estúdio que apostou, os roteiristas, o diretor/Os atores). O Capitão América (ainda perdido no presente) mas líder e voluntarioso,  o sarcástico Tony Homem de Ferro Stark, O surpreendente Gavião Arqueiro, Thor (melhor do que em seu filme solo), Viúva Negra (tempero feminino bem vindo e aproveitado) e o Hulk mais furioso e bem trabalhado/interpretado do cinema atual.
Loki, o irmão de Thor é que desencadeia toda a crise, e faz com que Nick Fury reuna os heróis em uma super equipe. Ação e efeitos de primeira! Um bom roteiro! Uma ótima pitada de humor em meio a pancadaria e atuações de primeira.
Cinemão para uma overdose de pipoca!!
E fiquem até o final dos créditos...
Vou assistir mais vezes, com certeza!! Recomendo!!!




terça-feira, 3 de abril de 2012

O QUE FAZER COM DOIS MARIDOS?


É uma peça de humor que tem apenas a finalidade de fazer rir, apesar de alguns diálogos interessantes acerca da vida frustrada de um casal unido pelo interesse e não pelo afeto. Entrando nessa discussão a falta de prazer da parceira, a submissão no qual a mulher mesmo que com os tempos modernos, está submetida.
SAI DE BAIXO, o humorístico de maior prestígio da TV nos anos 90, execrado pelos artistas das artes cênicas, pegou em cheio o público do País em apostar em um humor cujos textos eram pretextos para improvisos, erros e brincadeiras entre o próprio elenco.
O espetáculo se passa no apartamento de Naná que contraiu nupcias com Miguel, após o marido ter sido dado como morto em um acidente. Para desespero da mulher, ele retorna cinco anos depois para reaver tudo o que perdeu com o passar do tempo.
Disfarçando-se de vários personagens como: Empregada, Médico, Padre, Encanador, Policial e outros, ele inferniza a noite da ex tentando reaver o casamento e o dinheiro, também querendo "eliminar" o concorrente que agora é o marido oficial.
A peça é da CIA ART & AÇÃO, Dirigida por Zé Rodrigues e ficou dois anos em cartaz entre 2006 e 2008, retornando somente em apresentações fechadas e em eventos especiais.
Aceitei o convite pois adoro humor e sempre que posso, atuo em outras cias de Teatro para conhecer outros universos.

Serviço:
O QUE FAZER COM DOIS MARIDOS?
ONDE: TEATRO DA AMRIGS - AV. Ipiranga, 5311
QUANDO: 04/04/12 - Quarta-Feira as 20.30hs
INGRESSOS NO LOCAL ou reservas pelo fone: 33370933

Produção, Direção e texto: Cia Art & Ação - Teatro Zé Rodrigues


segunda-feira, 2 de abril de 2012

ABORTO DE FETO ANENCÉFALO


Em 11/04/12 O Supremo Tribunal Federal  estará julgando a Descriminilização de aborto de fetos anencéfalos, defendendo assim, o aborto nos casos em que o feto tem má-formação no cérebro e nascerá “morto”, em geral, não chegando na maioria dos casos a “viver” 24hs.

Minha opinião : Em primeiro lugar, está errado dizer “viver 24hs”, pois o ser, já está vivo. Perecer após pouco tempo após o parto é outra coisa. Posso ter a consciência de que meu filho não “viverá” após o parto, mas não serei eu a desistir, a apressar sua morte, pois em uma decisão dessas, serei eu o agente do seu desencarne e não a “natureza”.

Qual mãe que está abrigando um coraçãozinho que ainda bate, um corpinho que ainda se mexe, um inocente, deixa-o ser “abatido” e retirado do seu corpo? Para o seu bem? Para o bem de quem?

Prince, um dos artistas mais talentosos do mundo, gravou os batimentos cardíacos do filho que sua namorada esperava, do som,  fez batidas para uma canção. O Bebê nasceu, e na terra não resistiu, pois era anencéfalo. Por mais que tivesse recursos, não foi abreviada sua morte.

Os movimentos modernos feministas alegam que a mulher é dona do próprio corpo, então, desculpe a grosseria, se matem! Se entupam de drogas! De chocolate! Coloquem fogo! Façam o que quiserem se o corpo é seu, mas quando ele abriga outro ser, não é somente seu. 

Apesar de não concordar com o aborto, não gosto da palavra CRIME associada a essa atitude, mas quem ceifa uma vida, independente da idade, sem direito a defesa, como pode ser chamado ou enquadrado na lei penal?

Assunto polêmico, aqui está a minha opinião, não querendo ofender e julgar quem pensa o contrário, existem casos e casos, sabemos, mas fora o risco iminente de morte da mãe (e mesmo assim alguém aí duvida que a mãe trocaria sua vida pela do filho?), para mim, aborto nunca!


domingo, 1 de abril de 2012

Grupo Teatral Perseverança 19º ano






Em 1993 no Instituto Espírita Dias da Cruz, eu juntamente com minha tia Nair e a prima Agda, criamos a oficina de Teatro Espírita gratuita, o Grupo Perseverança.
Na segunda quinzena de março iniciamos as atividades desse 19º ano do grupo que conta com jovens a partir dos 12 anos e com idade limite de 300 anos! (kkk).
Com regras básicas como: Todos os alunos frequentarem a evangelização ou trabalhos da Soc. Espírita Caminho da Luz e realizar espetáculos somente de cunho espírita em apresentações filantrópicas.
Nesse tempo, mais de mil alunos e inúmeros momentos emocionantes com o contato com a cultura e a doutrina.