domingo, 30 de dezembro de 2012

INTOCÁVEIS..."APAIXONÁVEIS"




Sou um cinéfilo que vai da cultura pop aos filmes Iranianos, Argentinos, Peruanos, Indianos entre outros que fogem do circuito comercial mas nos visitam, principalmente nos cinemas da Casa de Cultura Mário Quintana.
Mesmo aberto a todas as possibilidades cinematográficas, apesar de  já ter lido e ouvido falar muito bem desse filme, o fato dele ser Francês e de tratar da história de um Tetraplégico e seu "pajem" não me despertava o devido interesse e motivação para assistir.
Mas felizmente, eu me boicoto, coisas que á primeira vista não me parecem interessantes, eu dou uma segunda chance e me surpreendo.
INTOCÁVEIS tocou fundo no meu coração, pode não ter sido em vários aspectos de análise profissional o melhor filme de 2012, mas de longe foi o que mais me tocou, mais me deixou em êxtase e sem receio nenhum digo que é um dos melhores filmes que já vi na vida.
Não é um filme difícil, as vezes parece que é uma produção americana com atores franceses, mas a simplicidade da narrativa, um roteiro precioso de momentos deliciosos, um elenco de cair o queixo (principalmente os protagonistas) faz desse filme, apesar de não ter nenhuma fórmula inovadora em sua realização, uma pequena pérola, uma jóia.
O filme nos pega já nos primeiros cinco minutos, não os usa para apresentar os personagens e suas origens, já nos coloca direto em contato com eles em ação em uma pequena mostra do que virá na sequência.
O roteiro teria tudo para transformar-se em um filme choroso e cheio de mensagens de moral, de superação e etc...(Não duvido que se fosse americano, o seria) mas não! Há humor, há diálogos que te surpreendem em situações que você ri e se emociona somente pelo fato de que ótimos profissionais estão ali contando uma história humana, sem carregar nas tintas.
Um filme perfeito, um dos fortes concorrentes ao OSCAR de Filme Estrangeiro, que pelo seu valor e pela reconhecida fama dos votantes sensibilizarem-se com filmes assim, acho que ganha com louvor.

Recomendo, recomendo, recomendo, recomendo!!!!


Sinopse:
Philippe (François Cluzet) é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático. De início, eles enfrentam vários problemas, já que ambos têm temperamento forte, mas aos poucos passam a aprender um com o outro.

Ficha técnica:

Diretor: Olivier Nakache, Eric Toledano
Elenco: François Cluzet, Omar Sy, Anne Le Ny, Audrey Fleurot, Clotilde Mollet, Alba Gaïa Kraghede Bellugi, Cyrril Mendy, Christian Ameri
Produção: Nicolas Duval-Adassovsky, Laurent Zeitoun, Yann Zenou
Roteiro: Olivier Nakache, Eric Toledano
Fotografia: Mathieu Vadepied
Trilha Sonora: Ludovico Einaudi
Duração: 112 min.
Ano: 2011
País: França
Gênero: Drama
Cor: Colorido
Distribuidora: Califórnia Filmes
Estúdio: Chaocorp / Gaumont / TF1 Films Production / Quad Productions
Classificação: 14 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário