sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Quando você quiser...


Quando você quiser
Quando você souber o que eu sinto
Acho que eu vou corar
fingir que não é nada contigo.
Não faço apostas
sigo o meu coração
que as vezes não me segue
me cega
e me deixa na mão.
E a solidão, velha amiga
deixa eu acreditar que ainda há um lugar para mim
naquele coração
ou que eu acorde finalmente
pois estou sonhando
até então.


Escrevi essa letra de música há mais de dez anos e dedico aos que tem e tiveram seus amores platônicos! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário