segunda-feira, 1 de abril de 2013

Salas de cinema e filmes alternativos

Nos últimos dois meses, com a cia e parceria da minha namorada, tenho ido em salas de cinema alternativas que nunca havia posto os pés e voltando a alguns que não ia há muito tempo.
Assistindo filmes fora do circuito, documentários e alternativos. Minhas impressões das salas e do que andei assistindo.
CINE SANTANDER - Por incrível que pareça não tinha ido assistir nada lá ainda. A sala é legal, só me deu uma angústia entrar em um "cofre"  já que a porta de entrada da mesma é a porta gigantesca e pesada de uma boa caixa forte. 
Assistimos o documentário HIPPIE MASSALA sobre os Hippies que debandaram para a Índia em busca de sua liberdade física e mental. Alguns permaneceram e seguiram suas vidas lá tornando-se gurus, constituindo famílias, outros a parte espiritual parece não ter contado e sim a liberdade de poder fazer coisas que em seu país de origem não podiam. Muito legal! E um público interessante presente na sessão.



CINE BANCÁRIOS - Outra sala que demorei para conhecer. Pequena, aconchegante e bem apresentável. Assistimos ao documentário 5 X PACIFICAÇÃO - Que retrata a ocupação dos morros cariocas pela polícia e suas consequências. Apesar de longo demais para o meu gosto, é um interessante retrato do povo carioca perante o acontecimento que ocupou o noticiário nacional e mundial.

SALA NORBERTO LUBISCO - É a menor sala de cinema das que compõem a Casa de cultura Mário Quintana. Tudo ali é acanhado, desde a entrada e sala de espera. Acho ela simpática, mas o cheiro de mofo e o vazamento de som externo incomodaram um pouco.
Assistimos o filme SUPER NADA - Que conta a história da rotina de um ator em busca da sua sobrevivência por intermédio da sua arte e tem que lidar com sua vida pessoal cheia de problemas e "nóias".
Quem trabalha com a arte não tem como não se identificar com o personagem cujo ator recebeu prêmios e conta com a alegria do veterano Jair Rodrigues mostrando que mesmo não deixando de ser ele, convence no papel que lhe foi destinado. A mim incomodou o fato de no meio da história, foi deixado de ser explorado o dia a dia do personagem em busca do espaço na sua profissão, para ser explorada as suas "nóias". Pelos prêmios que ganhou e pelo tempo que continua em cartaz, é sinal que agradou mais que incomodou.

Em breve continuaremos a explorar mais salas e filmes alternativos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário