quarta-feira, 14 de agosto de 2013

E SE O ESPIRITISMO FOSSE UMA FRAUDE???


Dias desses fui tomado de surpresa por uma indagação de um amigo:
- Pretto e se um dia fosse revelado e comprovado ao mundo que o espiritismo é uma fraude? Um conto da carochinha. Que Allan Kardec fosse simplesmente um pesquisador e romancista que inspirou vários outros da sua época e das épocas posteriores. Sabedores do grande interesse da humanidade no assunto "quem sou, para onde vou" teriam encontrado ali uma fonte inesgotável de riqueza, de status. Se fosse comprovado que nós seres vivos fossemos somente corpo e após a morte tudo se extinguiria, com que cara tu ficarias ao anunciar aos quatro ventos que és espírita e que a tua arte é fundamentada nisso?

Surpreso com a pergunta em um evento que não nos permitiria muito tempo para debates, lembrei automaticamente do nosso querido Chico Xavier.
- Ok, então, pegamos por exemplo o maior médium da história da humanidade, o nosso brasileiro Chico Xavier, maior símbolo no espiritismo no Brasil. Vamos remover todo a doutrina espirita da vida dele. o Que restaria? Caridade material doando e conseguindo recursos para milhares de pessoas menos afortunadas. Caridade moral, amparando e enxugando as lagrimas e dores de pessoas em sofrimento com sua atenção, seu carinho, suas lições (Sem uma linha de psicografia, ou você acha que ele psicografava e falava de espiritismo com cada pessoa que encontrava? Não. Ele ouvia, abraçava, cumprimentava).
Uma noção incrível de respeito aos animais, a todas as religiões e não-religiões, um exemplo de ser humano. 
O que restaria:  "apenas" AMOR
Ah...Teríamos também, ignorando-lhe a mediunidade, UM DOS MAIORES ESCRITORES DO MUNDO, UM GÊNIO, UM PRÊMIO NOBEL DE LITERATURA E DE OUTRAS ÁREAS QUE SUAS OBRAS COMPROVAM.


O assunto foi encerrado ali, mas ficou aquele desejo de "quero mais" pois um debate de idéias sadio é muito bem-vindo sempre. A conversa ficou ainda muito tempo em minha mente, quem de nós após uma conversa não ficou pensando que teria muito mais a falar e lamentou não tivesse ocorrido na hora. Pois eu pensei com os meus botões:

- Se eu descobrisse que o espiritismo fosse uma fraude, o que me restaria?

O gosto pelo estudo, a fé raciocinada, o raciocínio que nos guia por toda a existência, não permitindo que aceitemos quaisquer blablablá como guia de conduta. A disciplina, o gosto pelos livros, o respeito por todas as manifestações religiosas, a eliminação da palavra "pecado" do dicionário, o livre-arbítrio, o cuidado com o meu corpo abstendo-me da carne e do álcool, o entendimento que a morte é um processo natural assim como o nascimento, que existe a caridade moral  e a caridade material para os carentes de todos os tipos, a importância de manter pensamentos elevados a fim de que tornem-se ações voltadas para o bem, evitando na medida do possível ações negativas, o exercício da paciência, a importância do trabalho, da preservação do meio ambiente, do respeito aos idosos, as crianças, ao teu próximo não fazendo a ele o que não gostaria que fosse feito a você. Teria aprendido que além de mestre, Jesus é um grande irmão e muito próximo de nós e do Pai Maior, e lembrar com carinho dos "Clubes sociais" que frequento e frequentei (casa espírita) , que me trouxe tantos, tantos amigos que preencheram e preenchem minha existência. 
E por fim...Restaria o meu trabalho, meu ganha pão, minha arte que permaneceria atraindo pessoas como uma "boa obra de ficção!"
Se o espiritismo fosse uma "fraude", um "conto da carochinha", "um conjunto de autores inspirados" e "milhares de seguidores fanáticos" suas ações concretas que visaram e visam o bem e a evolução de todos, por si só, desmentiriam tudo isso.
A ARVORE BOA É RECONHECIDA PELOS SEUS FRUTOS, se fosse uma fraude, o "artista" Kardec teria feito uma ÁRVORE DE PAPELÃO, DE VIDRO, DE ARGILA que não dá frutos e apenas serve de enfeite, de arte e de curiosidade.
Espiritismo é ação e seus frutos estão aí bem visíveis para quem tem olhos de ver.
Tudo isso resume-se a uma palavra: AMOR

Uma pessoa pode tranquilamente viver sem ter uma religião, mas não consegue viver sem AMOR

PS. E cada vez que paro para pensar nos assuntos, meus argumentos bem fundamentados aumentam, não que eu precise ou queira convencer meu amigo ou qualquer outra pessoa, mas são tantas coisas concretas que precisariam de bons dias de conversa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário