segunda-feira, 29 de julho de 2013

OS AMANTES PASSAGEIROS - ALMODÓVAR DE FÉRIAS


O novo filme de Pedro Almodóvar é divertido, é uma comédia, é simples e atinge o objetivo que se propõe: fazer rir com personagens afetados, caricatos e suas pequenas doses de críticas políticas, sociais, religiosas e etc.
É um Almodóvar de férias, no piloto automático, contando com a participação especial dos "brujos" Antônio Bandeiras e Penélope Cruz que depois de uma pequena cena no início do filme, somem, mas deixam as consequências dos seus atos para os personagens do avião "resolverem".
Na história os pilotos ao fazer um vôo até o México, ficam impedidos de pousarem devido a um problema no trem de pouso e ao ficar fazendo voltas e voltas até encontrar uma pista, seus comissários de bordo e a tripulação envolvem-se em situações hilárias e confissões.
Fora uma escapadinha para mostrar personagens que fazem parte do universo de um dos passageiros, o filme foca nos personagens que estão ali no avião em uma situação limite, que após suas inevitáveis rusgas, tornam-se cúmplices.
O trio de comissários de bordo, afetados é o que tem mais de hilário, parecendo que as três draggs de PRISCILA A RAINHA DO DESERTO estavam ali animando as pessoas a beira de um trágico acidente.
No mais, pitadinhas de mais do mesmo de Almodóvar (light) e a entrega de produto final legal de assistir.
Dizem por aí que foi o mais fraco filme dele dos últimos anos, ou o pior, não gosto de analisar assim, foi mais um filme de sua filmografia, está ali registrado em uma película simples (melhor que muita, muita comédia americana e brasileira que andam por ai!).
Com o momento que finalmente o avião pousa, o diretor/autor mostra que pode-se fazer um filme sobre um potencial desastre, pouso forçado sem gastar milhões, apostando na criatividade, no roteiro e nos atores.

Muitos ficarão decepcionados se olharem para trás e levarem muito a sério o nome ALMODÓVAR no cartaz, mas relaxem, ele também relaxou (no bom sentido)!

sexta-feira, 26 de julho de 2013

DE MALAS PRONTAS (SC)


Há muito tempo que o SESC está proporcionando ao público de Porto Alegre (E de todo o País) assistir montagens interessantíssimas a preços populares.
É um "Porto Alegre em Cena" com menos glamour e "babação" e não menos interessante pois traz diversas atrações durante o ano todo.
Quando não traz por conta própria os espetáculos em seus inúmeros projetos, ele serve de palco a outros que dificilmente tem espaço em outros locais.
DE MALAS PRONTAS - Rumo a lugar nenhum . É uma deliciosa comédia muda da CIA PÉ DE VENTO de SC.
Com roteiro e direção de Pepe Nunez, as personagens interpretadas pelas atrizes Vanderléia Will e Lily Curcio partem de uma pequena "rusga" na hora de ocuparem espaço no banco de um aeroporto, para uma hilária e absurda batalha entre as personagens, recheada dos exageros típicos dos clowns e com direito a números inspirados no circo e mágicos.
Durante uma hora o espetáculo proporciona momentos de muitas gargalhadas e um desempenho técnico corporal fantástico, onde a fala, o texto, está ali impresso, visível nas expressões, caras, bocas e movimentos das atrizes.
Comemorando dez anos do espetáculo e contemplados pelo prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz/2012, eles estão circulando por cinco capitais.
É o típico teatro que infelizmente não vemos mais aqui (Ao menos em espaços com mais divulgação), lembrei com saudade de "Vida Muda" de Néstor Monastério, de algumas esquetes de Dilmar Messias, dos espetáculos do Stravaganza dirigidos por Luiz Henrique Palese, e do que montamos em 2006 "Entre tapas & beijos" cujo o "fazer rir" estava nas expressões, nos gestos, nas situações trágicas e absurdas que o palhaço/clown sempre se envolve.
É o SESC nos surpreendendo (?) sempre com seus eventos alternativos e que merecem sempre nosso prestigio e aplauso!



Néstor Monastério


Luiz Henrique Palese

Luis Carlos Pretto - Cia Artiurbana - Entre Tapas & Beijos

domingo, 21 de julho de 2013

HOMEM DE AÇO - UM FILME SUPER!


No final dos anos setenta eu fui impedido de entrar no cinema mesmo estando junto da minha mãe, pois a sessão era das 20hs. O filme? SUPERMAN - De Richard Donner que até a estréia de O HOMEM DE AÇO era a maior referência do herói nas telas, tornando risíveis ou esquecíveis quaisquer outras tentativas de levar o kriptoniano para o cinema ou tevê.
Os ótimos dois primeiros filmes e os não tão inspirados terceiro e quarto, fixaram a imagem de Christopher Reeve como o Superman eterno, não serão apagados com esse reboot, mas agora, para a alegria desse que vos escreve há uma luz promissora no fim do túnel.
Os mesmos roteiristas que nos trouxeram os ótimos bat-filmes ficaram nas "fundações" desse filme, construindo a trama dirigida por Zack Snyder cujo visual dos filmes anteriores e qualidades deles como cultura pop casam perfeitamente.
É um filme de super-herói repleto de flashbacks, de citações, de indagações e ainda assim, como não poderia faltar, muita ação e "porrada".
Foram muitos os acertos que nos fazem relevar os "escorregões", a começar pelo ótimo protagonista, Henry Cavill, um ator visualmente belo (Afinal é super, né meninas?) e tecnicamente dá conta do recado em todos os momentos que é exigido, seja no presente, mais maduro ou sendo no passado atuando como se fosse um jovem.
Ainda podemos assistir os oscarizáveis Russel Crowe e Kevin Costner cumprindo e bem suas funções, simpatizar com a nova Lois Lane (Amy Adams) e o ótimo vilão (Gen. Zod) Michael Shannon

O filme reconta a orígem do herói desde a destruição do seu planeta e envio a terra pelos seus pais, as primeiras manifestações de seus poderes e enfim, sua jornada de auto-descoberta para entender qual sua função no mundo, até o teste final em uma batalha épica e destruidora com seu maior inimigo.
Zack Snyder sabe fazer filmes visualmente interessantes, Christopher Nolan e seus parceiros de sempre, sabem criar bons roteiros, o resultado era o que todos esperavam, um bom filme a altura que o primeiro e maior super-herói do mundo merecia.
35 anos depois de SUPERMAN, habemus O HOMEM DE AÇO!



sábado, 20 de julho de 2013

Assim foi a 3ª MOSTRA DE TEATRO ESPÍRITA


No primeiro final de semana do mês de julho, foi realizado no teatro da AMRIGS em POA/RS a 3ª MOSTRA DE TEATRO ESPÍRITA, produzida anualmente pela CIA HARIBOLL DE TEATRO, cuja programação conta com os seus espetáculos teatrais e grupos convidados.
Mais de 2.500 pessoas estiveram presentes nos três dias do evento:

05/07 - 6ª FEIRA: SHOW DA BANDA EVANGELIZAR É AMAR - Teatro lotado para assistir o show da Banda de música espírita que aproveitou para lançar o seu CD AO VIVO, gravado em 2012 no Teatro Bruno Kiefer. Foram quase duas horas de um show vibrante contendo as músicas dos dois cd's lançados anteriormente. Tendo uma presença forte no movimento espírita e apresentando-se em eventos produzidos pela FERGS e Soc. Espíritas, EVANGELIZAR É AMAR tem milhares de fãs espalhados pelo nosso Estado e agora ganha também uma projeção fora para que todos conheçam a qualidade da sua música que fala no bem, na paz, de uma forma vibrante.

06/07 - A MENINA QUE NÃO SABIA REZAR - Mais de trezentas pessoas nas duas apresentações do espetáculo, comprovando que os pais e as crianças estão com muita vontade de assistir montagens e espetáculos novos, prestigiando a dramaturgia local e inédita. Com música ao vivo, as aventuras de Nina e os amigos, levaram adultos e crianças ás gargalhadas na história que trata da prece como elo entre o homem e Deus.

UMA VOVÓ NO ALÉM - Com quatro anos de estrada, a história da simpática dona Judite emocionou e fez o público gargalhar com uma comédia divertida e cativante.

FUGINDO PARA VIVER - Espetáculo novo da Cia Hariboll que estreou em Fevereiro desse mesmo ano. Sua estréia na Mostra Espírita foi emocionante, com um público de mais de duzentos jovens que aplaudiram em pé e vibraram com a deliciosa trilha autoral da BANDA SALTO QUÂNTICO e da aventura dos meninos Carlinhos e Pardal.

CAMINHOS QUE CRUZEI, AMIGOS QUE ENCONTREI- Com 13 anos de estrada, foi o maior público do dia. A história de Felipe e os caminhos que encontrou após seu desencarne, continua cativando e motivando o público a assistir em temporadas frequentes, cheias de emoção e carinho.

DOMINGO - 07/07 - Das 9h as 13hs.

A JUVENTUDE NA ARTE ESPÍRITA: Foram sete grupos formados por jovens que trabalham a arte junto as suas casas espíritas. Trabalhos em vídeo, teatro e música foram apresentados para um público superior a quatrocentas pessoas em QUATRO HORAS de EVENTO!!
Mais de cem jovens apresentaram-se divididos nos seguintes grupos: GPJ UDE TRISTEZA, PERSEVERANÇA, AVE, FILHOS DA LUZ, PONTO DE LUZ, SOL e LUMI

ENTREVISTA COM ESPÍRITOS - Completou DEZ ANOS EM CARTAZ, recebendo como presente, um público que ocupou meia casa (O que na AMRIGS com 700 lugares, é fantástico!).

PAULO E ESTEVÃO - Encerramento com teatro lotado, finalizando o evento com chave de ouro ao encenar mais uma vez a história de Paulo de Tarso e de Estevão o primeiro mártir do cristianismo, na visão de Emmanuel e Chico Xavier.

Nosso muito obrigado aos nossos apoiadores e patrocinadores, sem eles, não teríamos como realizar a mostra em um teatro como o da AMRIGS que nos deu toda a estrutura possível para que pudéssemos desenvolver um grande evento. Ao público que nos prestigiou e a todos que se envolveram na produção que resultou em uma mostra que está se fixando no calendário das artes cênicas de Porto Alegre.

Em JULHO/2014 tem MAIS!!

HARIBOL!

EVANGELIZAR É AMAR - ABERTURA

A MENINA QUE NÃO SABIA REZAR - INFANTIL

UMA VOVÓ NO ALÉM
ENTREVISTA COM ESPÍRITOS

PERSEVERANÇA - GRUPO DE JOVENS