quinta-feira, 31 de outubro de 2013

JOANNA DE AMOR - ENSAIOS E TESTES DE CENA

 Dança

 Estudo
 Vídeo
Música

Em maio deste ano iniciamos os encontros com o elenco. Os primeiros foram compostos por estudos de livros e vídeos onde tratamos primeiro das vidas físicas de Joanna. Quem foi? Qual época? Como foi sua estada no plano físico? Pesquisamos as versões históricas e as versões da igreja católica, bíblia sagrada, junto é claro, das obras espíritas que tratam disso.
Após, passamos a pesquisar as mensagens de Joanna por intermédio de Divaldo Franco, suas frases de amor e sobre a conduta espírita aplicada no nosso dia a dia.
Em muitos momentos parecíamos mais um grupo de estudos espírita do que uma Cia de teatro que ensaiava e preparava algo.
Precisávamos desse estudo juntos, dessa troca de idéias, informações, questionamentos acerca do material que tínhamos a nossa disposição: Livros, vídeos, matérias, entrevistas, a fim de que pudéssemos estar bem informados e principalmente sintonizados com a energia que envolve esse ser venerando.
Após uma parada em julho devido ao foco estar na 3ª MOSTRA DE TEATRO ESPÍRITA, retornamos e passei a roteirizar a peça contando com a colaboração da equipe e certamente com o auxílio de amigos do bem interessados que essa história seja levada ao palco a fim de entreter e evangelizar.
Após o roteiro traçado passamos a fazer testes de cena com vários momentos lúdicos com a participação mesmo que pequena, de outras áreas da arte como: Dança, vídeo, poesia e música.
Cada linguagem artística é responsável em representar um aspecto do seu trabalho, da sua sensibilidade, da sua entrega e de seu infinito amor por nós artistas e seres imperfeitos.
Os ensaios, estudos, pesquisa e testes de cena continuam e estarão presentes sempre a fim de levar ao público o melhor possível de cada um de nós.

(CONTINUA)

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

JOANNA DE AMOR - O ROTEIRO


As atrizes: Danielle, Clélia, Melissa e Karen em foto de ensaio outubro 2013


Conforme escrevi nos posts anteriores, abordamos em JOANNA DE AMOR, quatro encarnações desse espírito venerando, guia do médium baiano Divaldo Pereira Franco.

JOANA DE CUSA

Esposa de um alto funcionário de Herodes. Após conhecer Jesus em uma pregação e obter a cura para um mal que lhe afligia, passou a engrossar as fileiras dos que o seguiam pelas ruas e estradas da Galiléia.
Orientada pelo mestre a seguí-lo e servi-lo dentro do próprio lar, tornou-se um verdadeiro exemplo de pessoa cristã, no atendimento ao próximo mais próximo: seu esposo como se fora seu filho. Assim traçou-lhe um roteiro de conduta que lhe facultou viver com resignação o resto de sua vida. Já idosa, com os cabelos embranquecidos, foi levada ao circo dos martírios, juntamente com o filho moço, para testemunhar o amor por JESUS, o Mestre que havia iluminado a sua vida acenando-lhe com esperanças de um amanhã feliz.


  
CLARA DE ASSIS - UMA DISCÍPULA DE FRANCISCO DE ASSIS

Séculos depois, Francisco, o "Pobrezinho de Deus", o "Sol de Assis", reorganiza o "Exército de Amor do Rei Galileu", ela também se candidata a viver com ele a simplicidade do evangelho de Jesus, que a tudo ama e compreende, entoando a canção da fraternidade universal.
Clara Deixa o conforto e a segurança de uma família abastada para juntar-se a quem chamava de “nosso pai” e de quem ouvia lhe chamar de “minha plantinha”


SOROR JUANA INÉS DE LA CRUZ

Poetisa, escritora e dramaturga do século XVII reaparecendo no cenário do mundo, para mais uma vida dedicada ao Bem em 1651 na pequenina San Miguel Nepantla, a uns oitenta quilômetros da cidade do México. Dedicou-se também as letras e a ciência, se destacando também por defender o direito da mulher de ser inteligente, capaz de lecionar e pregar livremente.
A linda monja era conhecida e admirada por todos, sendo os seus escritos popularizados não só entre os religiosos, como também entre os estudantes e mestres das Universidades de vários lugares. Era conhecida como a "Monja da Biblioteca.


JOANA ANGÉLICA DE JESUS

Passados 66 anos do seu regresso à Pátria Espiritual, retornou, agora na cidade de Salvador na Bahia, em 1761, como JOANA ANGÉLICA, filha de uma abastada família. Aos 21 anos de idade ingressou no Convento da Lapa, como franciscana, azendo profissão de Irmã das Religiosas Reformadas de Nossa Senhora da Conceição. Foi irmã, escrivã e vigária, quando, e, 1815, tornou-se Abadessa e, no dia 20 de fevereiro de 1822, defendendo corajosamente o Convento, a casa do Cristo, assim como a honra das jovens que ali moravam, foi assassinada por soldados portugueses que lutavam contra a Independência do Brasil.



As fontes de pesquisa foram:
LIVROS: JOANA E JESUS, A VENERANDA JOANA DE ANGELIS, FONTE VIVA, AMOR IMBATÍVEL AMOR, entre outros da série Psicológica e abordagem de outros autores. CLARA DE ASSIS (Leonardo Boff)
DVD:  AS VIDAS DE JOANA DE ANGELIS (especial TV CEI), JOANNA A SÉRIE PSICOLÓGICA (TV CEI), IRMÃO SOL, IRMÃ LUA (FILME, 1972 Dir. Franco Zefirelli)
INTERNET: Dezenas de artigos sobre as personagens nas abordagens e versões históricas e de diversas religiões.

O roteiro final foi escrito por mim, e as encarnações de Joanna são unidas por suas belas frases sobre a moral e o amor.

(CONTINUA)



quinta-feira, 24 de outubro de 2013

JOANNA DE AMOR - O ELENCO

 Joannas em ensaio outubro/2013

A partir do "estalo" naquela tarde que eu comecei a pesquisar sobre Joana, o elenco já me veio á mente.
Desde sempre quis criar algo novo, diferente de todas as peças espíritas que já produzi. No início pensei em fazer o primeiro monólogo da Cia Hariboll, onde apenas uma atriz se desdobraria em quatro personagens representando as encarnações da mentora de Divaldo Pereira Franco.
Como felizmente tenho uma quantidade muito boa de atrizes de talento e boa vibração no grupo, também fui pensando com carinho em multiplicar as Joannas em cena e com o passar do tempo, cheguei ao número de quatro atrizes, cada uma representando uma das encarnações dela.

CLÉLIA GOULART - Aluna da turma de 2002 do meu curso de teatro espírita (Grupo Perseverança), já trabalhou comigo nos espetáculos: Caminhos que cruzei, La Heranza, Paulo e Estevão e Uma vovó no além.
Após algum tempo afastada devido a compromissos profissionais, ela retornou para trabalhar na Cia Hariboll e também faz parte do trabalho de arte espírita do Grupo Lumi.

DANIELLE QUINTANA - Atuante no movimento espírita como evangelizadora e coordenadora de GPJ, atua e trabalha na produção do Grupo Lumi (Onde a vi em cena pela primeira vez), participou da turma 01/2013 da minha oficina de teatro e dramaturgia espírita, onde após conhecê-la de perto, notar sua entrega e carinho pela causa e pela arte espírita, a convidei para o projeto.

KAREN ROCHA - Aluna da turma 01/2013, mesma turma de Danielle, me chamou atenção a sua entrega em cena, sua seriedade e pontualidade. Seu perfil se encaixava muito bem na proposta de Joanna de Amor, sendo convidada a fazer parte dessa montagem exatamente no mesmo dia e hora de sua colega de turma.
Sem ter experiência profissional de teatro anteriormente, sua naturalidade de atuação e compreensão da energia do projeto a deixa em igual condições das demais colegas já experientes.

MELISSA MONTEIRO - Talento, caráter e entrega plena. Atriz da Cia Hariboll desde sua fundação e um pouco além disso. São quase vinte anos de parceria e uma alegria muito grande minha de poder contar com a sua presença, energia e vibração nos meus espetáculos. Faz parte de todos os espetáculos da Cia sendo no palco, na produção ou na assistência de direção. 

ALLEX MANZÔNIA - Um desses amigos que cruzam em nossa vida que se tornam indispensáveis seja na parte pessoal ou na profissional. Um faz-tudo que colabora com os projetos seja no palco, na técnica, na cenografia, figurinos e na ótima vibração.
Nesse espetáculo ele mais uma vez faz um pouquinho de tudo.


Cabe aqui também citar os nomes das atrizes Lesi Moratho e Juliana Pretto que foram convidadas para o projeto, porém por motivos profissionais e acadêmicos não puderam estar presentes na montagem do espetáculo, mas que certamente darão sua contribuição.
primeiro encontro foto de celular: 08/05/2013
(CONTINUA)

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

JOANNA DE AMOR - A INSPIRAÇÃO


No segundo semestre de 2011 eu estava em frente ao computador quando ouço aquela voz dizer: "JOANA DE ANGELIS", em ato contínuo, começo a baixar, colar, copiar tudo que era informação referente a mentora espiritual do médium baiano Divaldo Pereira Franco. 
Busquei muita coisa na internet entre livros, matérias, vídeos, entrevistas, documentários e deixei guardado em uma pasta carinhosamente batizada de Joanna de amor.
Ali estava desde já armazenada a matéria prima da futura peça da Cia Hariboll.
Não, não ouço espíritos (acho) e não consigo definir o que foi aquilo dentro da minha cabeça, aquela citação sobre essa veneranda mentora que eu nunca imaginaria um dia abordá-la por intermédio do teatro. Foi um "estalo"? Uma "inspiração"? Ou realmente "um toque lá de cima"?.
O que eu sei é que foram alguns dias mergulhado nisso, que a primeira pessoa que falei sobre o projeto é um amigo espírita que na mesma hora me alcançou um exemplar de um livro que ele acabara de adquirir chamado JOANA e JESUS. (Estranho não é mesmo?).
O livro foi meu companheiro no feriadão de carnaval de 2012 na belíssima praia de Itapeva, perto de Torres/RS, foi o meu amor de verão.
No decorrer do ano, meus compromissos com outros espetáculos já existentes e a montagem da peça adolescente FUGINDO PARA VIVER de Adeilson Salles, fizeram que eu deixasse o projeto Joanna em um cantinho, mas sempre regando a plantinha com amor e carinho.
A estréia estava prevista para novembro do mesmo ano, porém, não era o momento de expor a frágil flor ao forte vento.
Foquei minhas energias aos outros projetos da Cia Hariboll, fizemos mais uma deliciosa mostra de repertório no teatro da AMRIGS onde tivemos um público superior a duas mil pessoas e na sequência viajamos muito, como também, entramos em cartaz.
Quando tudo estava bem encaminhado nos "outros afazeres", voltei a focar minhas energias no estudo sobre Joana em intermináveis e deliciosas horas de estudo dos seus livros e das histórias de suas reencarnações na terra.
Após contatar o elenco, em maio fizemos a primeira reunião...

(CONTINUA)